• Nutrição e Fitness
    3 de novembro de 2011 | Por Juan Alves

    A meu convite, a Nutricionista Esportiva Cristiane Spricigo (quem tiver Twitter, pode entrar em contato com ela seguindo-a) topou escrever um pouco sobre BCAA e explicar sobre este suplemento.

    Há informações interessantes que nem eu mesmo sabia, como sua importância como fonte energética, e não apenas recuperação muscular, sendo assim interessante sua ingestão antes e após o treino.



    Segue o texto na íntegra:

     “Quando se entra na academia, começa aquele dilema e agora preciso tomar algum suplemento ou não? E qual tomar? Bom, já começo dizendo que nem todo mundo precisa de suplementação, mas sim ela pode ajudar muito dependendo do seu objetivo. E a suplementação deve ser sempre individualizada e associada à dieta que deve estar de acordo com suas necessidades, treino, etc. E neste caso para garantir o sucesso do seu treino e para que você consiga atingir seu objetivo o ideal é que você consulte um Nutricionista Esportivo para te orientar.

    Mas hoje vamos falar um pouco sobre o BCAA (sigla em inglês – Branched Chain Amino Acids) que são os aminoácidos de cadeia ramificada, considerados essenciais, ou seja, devem ser ingeridos através da alimentação. Os aminoácidos que compõem os BCAA são: Leucina, Isoleucina e Valina. Durante a atividade física o corpo entra em um estado de catabolismo, quando ocorre a quebra de um substrato para o fornecimento de energia para as células. Apesar destes aminoácidos não serem considerados a principal fonte de energia para o processo de contração muscular, sabe-se que eles atuam como importante fonte de energia muscular durante o estresse metabólico. Após ingeridos, os BCAA’s são oxidados no músculo para fornecimento de ATP (energia), por isso alguns autores preconizam o uso antes e após o treino. Além disso, são rapidamente absorvidos e captados pelo músculo e esta ação é muito importante na formação de energia e por isso são considerados essencialmente anabólicos.

    Os BCAAs são considerados ergogênicos por diminuírem fadiga central, melhorarem o desempenho de atletas poupando os estoques de glicogênio muscular e aumentando os níveis plasmáticos de glutamina após o exercício intenso. Os BCAAs correspondem a 35% das proteínas musculares e a 50% dos aminoácidos que ingerimos. Além de construir células e reparar tecidos, eles formam anticorpos, fazem parte do sistema hormonal e enzimático, formam RNA e DNA e ainda transportam oxigênio pelo corpo. Para terem uma ação eficaz eles dependem de: vitamina B6 e vitamina B1. Alimentos protéicos são boas fontes de BCAA’s. Recentemente a Anvisa lançou uma nova regulamentação atestando que o BCAA não representa nenhum risco a saúde mas coloca em questão o fornecimento de energia prometido pelos fabricantes mas aceita todos os outros benefícios como reais. Na prática sabemos que a conversa é diferente. É uma boa opção de suplementação, para saber qual dose é adequada para seu objetivo e tipo de atividade física procure um profissional capacitado. E lembre-se que suplementos tomados de forma isolada pouco irão contribuir para construção de massa muscular, é preciso associar alimentação adequada + treino + suplementação + sono adequado + bons hábitos em geral.

    Dra. Cristiane Spricigo de Lima
    Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva 
    www.ligadasaude.blogspot.com
    www.nutricorpo.blogspot.com
    Eaí, o que vocês acharam? Gostaram das explicações?

    Eu curti e muito! Obrigado a Cris pela disponibilidade e atenção.

    Foto: reprodução

    Leia também


    Comentários Comentários
    25 comentários
    BCAA da Optimum, em 26 de dezembro de 2014

    […] sobre o produto, nos apresentando ao BCAA. Para quem não leu, pode conferir o post clicando aqui. Custo e modo de […]


    […] fácil carregar suplementos em pó como whey protein e creatina, e também os em comprimidos como BCAA e coenzima […]


    cleicy, em 13 de janeiro de 2014

    BOA TARDE

    POSSO TOMAR BCAA EM PO E CAPSULAS??


    Juan Alves, em 13 de janeiro de 2014

    Ou um ou outro!


    flavio, em 2 de maio de 2013

    Prezada, boa noite!

    Eu comprei o BCAA e gostaria de saber quantas cápsulas eu posso tomar por dia e durante quanto tempo.

    Obrigadio


    […] para quem passa o dia todo fora e vai direto para academia, porque dá para armazenar comprimidos (BCAA por exemplo), whey protein, pré-treino, enfim muitos produtos. Esse da foto tem 04 […]


    Hiago Souza, em 11 de setembro de 2012

    Sou jogador de futebol , corro todoos os diias, o BCAA da
    optimum , ajudaria no meu desepenho e no ganho de massa magra ?


    Ritieli Ribeiro Cardoso, em 5 de julho de 2012

    Doutura, você já deve ter ouvido falar do ZMA (Anabolizante natural). Você recomendaria pra quem deseja aumento de massa muscular? Obrigado


    Ritieli Ricard, em 8 de maio de 2012

    Muito obrigado Doutura!
    😀


    Ritieli Ricard, em 8 de maio de 2012

    Muito obrigado Doutura!
    😀


    Juan Alves, em 6 de maio de 2012

    Lucas,

    Não existe receita de bolo.
    Procure um nutricionista!


    Lucas, em 4 de abril de 2012

    Quantas capsulas de bcaa devo tomar ?


    Cristiane Lima, em 4 de março de 2012

    Obrigada Raul!


    Cristiane Lima, em 4 de março de 2012

    Normalmente são consumidos 30 minutos antes e no pós-treino imediato. Mas isso pode variar de acordo com o tipo de exercício.


    Cristiane Lima, em 4 de março de 2012

    Ritieli, aí depende de muita coisa. Se sua alimentação está adequada, se é carboidrato que falta na sua dieta, seu treino, etc. Toda prescrição deve ser individualizada para que você consiga o resultado desejado. Procure um Nutricionista esportivo para te auxiliar e passar dieta + suplementação adequada. Lembre-se que a suplementação é um EXTRA, não deve substituir calorias não ingeridas, se a dieta não estiver OK, a suplementação pode não trazer resultados positivos, como por exemplo, ao invés de ganhar massa magra aumentar o % de gordura corporal.


    Ritieli Ribeiro Cardoso, em 15 de fevereiro de 2012

    Eu malho pela manhã. Qual o horário certinho (minutos antes e depois da academia) pra tomar ele? Obrigado!


    Ritieli Ribeiro Cardoso, em 15 de fevereiro de 2012

    Doutora, BCAA + Hipercalórico é uma boa ideia? Eu sou H e peso 57 kg e estou querendo ganhar massa muscular e ganho de peso. Obrigado!


    Juan Alves, em 13 de novembro de 2011

    Raul,

    Pois é, deu para esclarecer bastante sobre o produto não é verdade?

    Abs!


    Juan Alves, em 10 de novembro de 2011

    João Paulo,

    Não esquece que é fundamental carboidrato de rápida digestão + whey;

    Abs.


    Juan Alves, em 10 de novembro de 2011

    Cristiane,

    Foi um prazer tê-la aqui no blog.

    Abs!


    Raul Reis, em 9 de novembro de 2011

    Showwzaço !! Nada como um profissional para explicar detalhadamente sobre algo.
    Abrcs


    Cristiane Spricigo, em 4 de novembro de 2011

    Olá Rafael

    Todas as informações contidas no post foram retiradas de artigos científicos, se desejar posso te enviar. Sou a autora do artigo. Os BCAA's são utilizados como fonte de energia quando o glicogênio está baixo, por isso são oxidados no músculo periférico, evitando não só a fadiga central como a periférica. Como vc deve saber eles participam do Ciclo de Krebs, uma das principais reações metabólicas para produção de energia.
    A própria Anvisa, como eu disse acima, vem questionando o fornecimento de energia pelos BCAA's porém o volume de estudos a favor é muito grande e na prática é sim possível verificar que em exercícios intensos ele faz diferença.
    Claro, que numa dieta adequada e exercícios leves não há necessidade de suplementação extra, mas em casos de exercícios prolongados e intensos a demanda aumenta e é necessária a a suplementação.
    Se necessitar de mais alguma informação pode entrar em contato.

    abçs


    Joao Paulo, em 3 de novembro de 2011

    Legal o post! Ja usei mto bcaa mas n e o tipo de sup q me encanta…
    E bastante recomendado pelos nutri das 3 q ja fui o unico sup recomendado por todas foi whey e bcaa


    Rafael, em 3 de novembro de 2011

    Oi Juan, acredito que vc está um pouco equivocado quanto a algumas informações do texto.

    Nenhum aminoácido é oxidado nos músculos. Em uma situação de necessidade energética ocorre proteólise muscular que libera os aminoácidos para a corrente sanguínea, por onde eles chegam no fígado, tem seu grupamento amino retirado por enzimas dependentes de vitamina B6, e são “transformados” em glicose por meio de várias reações bioquímicas. Essa glicose formada por sua vez volta pro músculo para ser oxidada à energia.

    Noventa e nove por cento dos aminoácidos presentes no nosso corpo está na forma de proteínas, a pequena parcela livre exerce outras funções como a de neurotransmissores, então para se conseguir essa fonte de energia é necessário que ocorra a quebra de proteínas. E uma suplementação com mais aminoácidos não reverte isso por é como se houvesse uma troca dos aminoácidos “velhos” pelos “novos”. Mas, normalmente, os aminoácidos são utilizados para formar novas fontes de energia apenas em situações mais extremas.

    Espero ter ajudado.


    Cristiane Spricigo, em 3 de novembro de 2011

    Juan, obrigada pelo convite! abçs