Texto escrito pelo Nutricionista Roney Ferreira

 

O Waxy Maize está bombando como um novo suplemento à base de carboidratos (energia)! Saiba mais sobre esse produto que está deixando as já conhecidas maltodextrina e dextrose para trás.
 


Waxy Maize - HQSC 1 

O produto é uma febre de vendas nos Estados Unidos!

No Congresso de Nutrição Esportiva da Expo Nutrition deste ano que estive presente, sempre que algum palestrante se referia a suplementação de carboidratos, principalmente na modalidade Endurance, logo o Waxy Maize era citado.

De forma bem simples, podemos dizer que o produto é extraído do amido dessa variedade de milho cultivado nos USA, chamado de milho ceroso.

O amido desta espécie possui características que o diferem dos outros, sendo constituído por 70% de amilopectina e 30% de amilose. A amilose possui um baixo peso molecular quando comparada a amilopectina, enquanto que esta possui alto peso molecular.

Essa diferenciação possibilita sua quebra em diversos pontos ao mesmo tempo, facilitando a digestão do amido e o fornecimento de energia muito mais rápido quando comparado à dextrose e a maltodextrina, mas sem provocar o pico de insulina (em português claro, fornece energia de forma constante, já que é de baixo IG).

 

Waxy Maize - HQSC

Ele possui excelente digestão,  capacidade extremamente alta de atrair outros nutrientes de difícil assimilação e com isso aumentar a absorção – (cito, por exemplo, creatina, beta-alanina, arginina…), é zero de açúcar, livre de glúten, não cria inchaço e não retém água.

Em resumo podemos dizer que o ponto principal que atrai tanto a atenção para este novo suplemento é o fato de que seu enorme peso molecular e sua baixa osmolaridade propiciam que ele seja rapidamente absorvido para a corrente sanguínea, leve consigo os nutrientes e termine utilizado no abastecimento dos músculos que foram agredidos e requeridos durante o treinamento.

Tanto a dextrose quanto a maltodextrina NÃO possuem essas características, pois ambas são de Alto Índice Glicêmico e provocam picos de insulina.

 

Waxy Maize - HQSC 2


Como usar? Geralmente a indicação básica é ingeri-lo no pós-treino (40g do produto), associado com os outros suplementos que você já esteja acostumado (shake de Whey, por exemplo).

Como no Brasil suplementos custam MUITO CARO, nesse caso não seria diferente. Enquanto aqui um pote de 1,4 Kg de uma grande marca nacional custa por volta de R$ 85,00, lá fora custa por volta de US$ 30,00 – (algo em torno de R$ 60,00). Pouca diferença se não fosse o fato de que lá o pote comercializado possui 2,5 Kg.

Contra indicações: Pacientes diabéticos, pois apesar de possuir baixo índice glicêmico, a resposta desse carboidrato é muito rápida devida a sua absorção. Oriente-se antes de usar.


RONEY FERREIRA DE PROENÇA
 Nutricionista Esportivo

Leia também: