• Nutrição e Fitness
    22 de agosto de 2012 | Por Juan Alves

    Texto escrito pelo Nutricionista Roney Ferreira



    Geralmente presentes na mesa em Ceias de Natal e de Ano Novo, as frutas oleaginosas são em sua maioria ignoradas pelas pessoas e em particular pelos praticantes de atividade física, já que são ricas em gorduras e ganharam fama de vilãs por serem engordativas.

    As mais conhecidas Amendoim, Castanha-do-Pará, Nozes, Avelã, Amêndoa, Castanha de Caju, se consumidas com moderação podem fazer muito por você. Veja como!

    Quando consumidas dentro de um plano alimentar equilibrado, as oleaginosas auxiliam no emagrecimento, já que ricas em gorduras poli e monoinsaturadas (mais de 60% de sua composição), irão equilibrar o nível de açúcar no sangue, ativando o metabolismo para a queima de gordura corporal e contribuindo para produção regular dos hormônios.

    Principais Benefícios:

    Sendo ricas em Vitamina E, atua como um poderoso antioxidante no combate ao envelhecimento celular diminui o LDL (colesterol ruim) e aumenta a fração boa (HDL). Por serem boas fontes de Selênio, que atua juntamente com a Vitamina E, atua como preventivo de doenças cardíacas, certos tipos de câncer, retarda o surgimento de cataratas, fortalece o sistema imune e alguns problemas de pele.

    Quanto e quando comer:

    O interessante é fazer um mix de oleaginosas com 01 unidade de cada e de preferências comê-las nas refeição intermediária.

    Onde e como comprar:

    Lojas de produtos naturais e Mercadões que vendem a granel na versão torrada ou crua com ou sem sal são as melhores pedidas (você ganha no preço e na qualidade).

     

    Também conhecidas como frutas desidratadas (não confunda com as cristalizadas), assim como as oleaginosas elas também acabam sendo ignoradas pelo público em geral, pois muitos que já experimentaram referem ser muito mais doce que as frutas na versão original.

    Muitos acreditam que o produto teve açúcar adicionado, podendo assim sabotar a dieta de quem está em controle calórico. Não é bem assim: O processo de desidratação elimina completamente a água o que promove a concentração de seus nutrientes e uma maior durabilidade do produto. Por isso, as frutas possuem um sabor mais acentuado.

    Porque consumir:

    Assim como as frutas in natura, as secas são riquíssimas em nutrientes (vitaminas e minerais) e podem facilmente serem introduzidas como lanches intermediários para quem não quer levar a fruta fresca.

    Benefícios adicionais:

    As frutas desidratadas possuem alta concentração de fibras e, por isso, auxiliam no trânsito intestinal. Além disso são práticas porque podem facilmente serem levadas na bolsa ou mochila a qualquer hora e qualquer lugar.

    Onde e como comprar:

    Seguindo a recomendação de compra das oleaginosas, as lojas de produtos naturais e mercadões oferecem mix de frutas desidratadas com ótimo preço e com qualidade. Só se atente para verificar se o fabricante não adicionou açúcar no produto. Algumas empresas fazem isso para garantir mais vida de prateleira.

    RONEY FERREIRA DE PROENÇA
     Nutricionista Esportivo

    Leia também


    Comentários Comentários
    3 comentários
    Roney Ferreira, em 27 de agosto de 2012

    Com certeza Ewerton. As pessoas não sabem o poder que essas pequeninas possuem e infelizmente acabam abolindo da alimentação diária com medo de engordar!


    Ewerton Mendonça, em 24 de agosto de 2012

    como sempre um pouquinho todo semana p usufruir desses benefícios todos. 😉 Excelente post. Parabéns


    Thalles Rafael, em 23 de agosto de 2012

    Ruan gostei das dicas eu ja as seguia antes,complementou a respeito dos nutrientes que elas tinham que eu nao sabia….mas gostaria de indo eo contrario da maioria eu gostaria de engordar com qualidade mas quanto mais como mais desanimo….se vc poder passar algumas dicas mais uma vez lhe seria grato…