• Cuidados Pessoais
    22 de julho de 2014 | Por Juan Alves

    Rexona Clinical Men Sport HQSC

    Estava testando no último mês (pra variar rs) o antitranspirante da Rexona chamado Clinical Sport Strength, voltado para homens que transpiram em excesso.



    A marca diz que o Rexona Clinical protege até 3 vezes mais que um antitranspirante comum, porque contém em sua fórmula 20% de ativo antitranspirante, o máximo permitido sem prescrição médica.

    Dessa forma ela afirma que a proteção é intensa, proporcionando sensação de segurança durante todo o dia com um efeito duradouro de até 48h.

    Bem, até aí achei a teoria fantástica porque como tenho facilidade em transpirar, mesmo em dias mais amenos, essa parecia a solução. Essa linha tem apenas versão em roll-on, consequentemente há contato direto na axila para aplicá-lo.

    Rexona Clinical Men Sport HQSC 2

    Ao rodar a base, o produto sai nos oríficios e está pronto para ser passado, seu cheiro é suave e agradável! Em contato com a pele a sensação é pegajosa e desconfortável, principalmente para reaplicar durante o dia.

    Reparem que além desse incômodo, sinto a necessidade de usá-lo novamente durante o dia. Mais uma vez essa história de 48h de proteção parece piada.

    Percebi que a transpiração de fato é reduzida, mas nada fenomenal ou além dos outros desodorantes da própria Rexona.

    Resumindo, não é um produto prático, chega a ser desconfortável de usar e não tem esse efeito todo descrito. Não recomendo! Para quem quiser arriscar, pode perder seus R$ 17,90 em farmácias e supermercados.

     

    Leia também


    Comentários Comentários
    23 comentários
    Tiago, em 24 de agosto de 2015

    Acho que você está aplicando errado… Não as deve e usar durante o dia!!!


    Alexandre, em 25 de julho de 2015

    Comecei a usar ele esse mês, eu que também tenho facilidade em transpirar notei que ele reduz um pouco sim, mas nada surpreendente para mim, pouca redução.
    a tempo sofro com esse problema mas só que a pouco tempo comecei a procurar estudar mais sobre isso, se voçes tiverem outras opiniões para mim agradeceria.


    rafa, em 7 de maio de 2015

    Quer que ele funcione? Use pela noite ao dormi vcs vão adorar o resultado rsrs

    Na própria embalagem eles informa sobre esse detalhe precioso 😉


    Diego, em 18 de fevereiro de 2015

    Desodorantes em bastão, roll-on ou creme funcionam melhor em axilas SEM pêlos… Tendo pêlos eles viram uma meleca e não alcançam a pele, logo o efeito é reduzido (e o rendimento também). Não se reaplica desodorante durante o dia (a menos que a pessoa tome um banho).

    Para quem usa desodorante em spray (o melhor para homens que têm pêlos nas axilas), uma excelente dica é aparar com máquina (número 2 ou 3). Pêlos baixinhos não atrapalham tanto o desodorante a entrar em contato com a pele e o visual fica legal.


    Tarcisio Medeiros, em 1 de outubro de 2014

    Ola Juan, e Ola Galera, bom eu sempre transpirei muito, porem sem odor, chega a ensopar a camisa , ja usei a um tempo atras de tudo que o povo falava, desodorantes, antitranspirantes, antiperpirantes … e ate que cheguei no rexona tmb da embalagem azul,1º semana curti muito, depois começou a nao surtir o mesm efeito, alem de ressecar tanto, mas tanto que sentia como se houvesse machucado … ate que fui buscar alternativas fora do BR ja que importo itens ha e anos, e irei dar a dica dos deuses, que muitos usaram, e eu ainda uso , um produto chamado DRICLOR !!, é fora de serio, ele é considerado um remedio para sudorese … usado, antes de dormir, e retirado no outro dia bem cedo, hj em dia uso ele 1 vez na semana, e nao molho nadinha nenhuma camisa, e olha que trabalho de roupa social diariamente , vc começa usando todo dia, e na 1 semana ja passei a 3x, e em seguida 2x e hj em dia 1x na semana … vale muito a pena se informarem dele, o fato é que no br, é uma nota, e nao se tem em lojas, somente em maos de importadores … 


    Juan Alves, em 1 de outubro de 2014

    Valeu pela dica, irei procurar pelo produto para testar 😀

     


    diego, em 27 de abril de 2015

    Como faço pra comprar?


    José Renato, em 1 de agosto de 2014

    Nossa estava esperando vários elogios, mas pude ver como um produto pode mudar em pessoas diferentes. Eu uso des de janeiro e pra min foi a melhor descoberta de todas, quando passo o produto ele só sai no banho e fico todo o tempo sem odor algum na axila. 


    Juan Alves, em 5 de agosto de 2014

    Como todo produto, realmente o resultado pode variar de pessoa para pessoa e como disse no post o Clinical não é um antitranspirante ruim, porém para mim não conveceu como acima da média, saca? Vale ressaltar que questões biológicas e o clima interferem no resultado do produto.

    Realmente não recomendo porque já fiz resenhas de outros desodorantes melhores.


    carlos, em 31 de julho de 2014

    Transpiro bastante e meu suor é "Brabo". Já testei de tudo, o melhor  desedorante que encontrei até agora foi justamente este Clinical rexona. Diminue a transpiração, e elimina o odor desagradável. O efeito tambem é duradoro. Acredito que o efeito varia de pessoa para pessoa.

    Quanto a cor da embalagem, o masculino agora é vermelho e o feminino verde.


    Eraldo Silva, em 28 de julho de 2014

    Ola, Juan. Gostaria de saber de alguma dica desodorante, que não manche, ou que não deixa odor nas camisas? valeu.


    Juan Alves, em 12 de agosto de 2014

    Nivea For Men (Dry Impact ou Sport), há outras opções que não recordo agora. Dá uma olhada nas resenhas de antitranspirantes que já postei :)


    Alex, em 27 de julho de 2014

    Juan, se eu fosse você não perderia mais meu dinheiro com esse tipo de produto (me refiro aos antitranspirantes). Mas, aí você pensa: "Mas por que esse meu caro leitor está me dizendo isso?" Se quiser mesmo entender, continue e veja os motivos!

    Teste em animais: A detentora da marca deste antitranspirante Rexona é a Unilever, compainha que testa seus produtos cosméticos em animais. Não sei se você se importa com os animais, então, caso não se importe, ignore este tópico, agora, caso se importe, eu lhe deixo a seguinte pergunta: vale a pena apoiar uma empresa que usa esses métodos ultrapassados? Sim, apenas por comprar o produto, de certa forma, mesma que pequena, mesmo que PAREÇA insignificante, você está apoiando a compainha e suas formas de fazer as coisas.

    Mas, o pior de tudo…

    Malefícios à saúde: Você se importa com sua saúde? Os sais de alumínio presentes no antitranspirante fecham os poros das axilas e impedem a saída das toxinas liberadas naturalmente pelo nosso corpo. Assim, como estas toxinas não podem ser expulsas, formam-se nódulos próximo a região mamária e assim, aumenta-se as chances de se desenvolve o câncer de mama. Câncer de mama não é exclusividade das mulheres…

    Pergunta final: vale a pena pagar caro por um produto desses, que ainda por cima nem funciona como se propõe a funcionar? Só vejo prejuízos…

    Leia, processe, reflita. Se quiser ignorar o que eu disse, ignore. Só você sabe o que é melhor para si mesmo. 

    Fica a dica! (;


    Vinicius Mota, em 25 de julho de 2014

    Ele ainda mancha muito mais a roupa! E deixa uma sensação de aspereza na axila.


    Juan Alves, em 26 de julho de 2014

    Vixe! :(


    Enderson Carvalho, em 24 de julho de 2014

    Boa resenha. Se tratando de antitranspirantes é difícil achar unanimidade. De fato os anúncios “proteção 24h/48h/72h” não cumprem o que prometem. Entretanto isso é até algo bom. Esse tipo de anúncio ganhou força nos países europeus e de fato lá as pessoas passam esse tempo sem tomar banho, pois, durante o inverno e parte do outono e primavera os termômetros marcam temperaturas negativas e a transpiração natural é quase inexistente (por isso também o sucesso das saunas nesses países). O fato é que transpirar, mesmo sendo algo muito saudável, é para nós, tropicalista, uma falta de sossego. Um deodorante comum não vai suportar temperaturas em torno dos 30° (em algumas regiões 40°), e nem é para suportar, as substâncias antitranspiração geram graves danos a pele e devem ser usadas somente quando necessário, evitando usa-las ao dormir, por exemplo. Uma outra forma de diminuir a transpiração, pelo menos o odor dela, é deixando poucos pelos nas axilas e mantendo uma higiene e hidratação diária dessas regiões. A higiene elimina as bactérias que causam mau cheiro e a hidratação impede o surgimento de fricções que facilitariam a proliferação de mais bactérias. Já quanto as roupas molhadas não tem muito o que fazer, acho que manter uso anti transpirante (qnd necessário) e/ou deixar suar, pois é normal, além de usar tecidos menos propícios ao mau cheiro, de forma geral, tecidos naturais como o algodão fazem bem o papel. Claro, salvo os casos patológicos que necessitam um tratamento médico especializado.


    Juan Alves, em 24 de julho de 2014

    Enderson, suas observações são muito boas! 😀

    No final das contas comparando o Clinical com outros antitranspirantes tive uma sensação de estarem numa disputa bastante acirrada. Para mim esta versão não está acima da média como é afirmado enfaticamente.

    Grande abraço!


    Enderson Carvalho, em 24 de julho de 2014

    Boa resenha. Se tratando de antitranspirantes é difícil achar unanimidade. De fato o anúncio “proteção 24h/48h/72h” não cumprem o que prometem. Entretanto isso é até algo bom. Esse tipo de anúncio ganhou força nos países europeus e de fato lá, as pessoas passam esse tempo sem tomar banho, poia de fato, durante o inverno e parte do outono e primavera os termômetros marcam temperaturas negativas e a transpiração natural é quase inexistente (por isso também o sucesso das saunas nesses países). O fato é que transpirar, mesmo sendo algo muito saudável, é para nós, tropicalista, uma falta de sossego. Um deodorante comum não vai suportar temperaturas em torno dos 30° (em algumas regiões 40°), e nem é para suportar, as substâncias anti transpiração geram graves danos a pele e devem ser usadas somente quando necessário, evitando usa-las ap dormir, por exemplo. Uma outra forma diminuir, pelo menos o odor, é deixando poucos pelos nas axilas e mantendo uma higiene e hidratação diária dessas regiões. A higiene elimina as bactérias que causam mau cheiro e a hidratação impede o surgimento de fricções que facilitariam a proliferação de mais bactéria. Já quanto as roupas molhadas não tem muito o que fazer, acho que manter uso anti transpirante (qnd necessário) e/ou deixar suar, pois é normal. Claro, salvo oa casos patológicos etc.


    Guilherme, em 23 de julho de 2014

    Boa noite Juan,

    Acompanho o site há meses. Parabéns pelo conteúdo!

    Utilizo o desodorante, porém o da embalagem azul, mas já comprei o vermelho para testa-lo.

    Não sei se você chegou a ler a "bula" que vem junto ao desodorante ou até mesmo a caixa, pois nelas há as informações sobre como aplicar o desodorante. Segundo o fabricante, a aplicação deve ser feita a noite, antes de dormir, sendo 2 cliques por axila, para que a fórmula tenha tempo para ativar-se.

    Não sei se isso realmente faz tanta diferença ou se é apenas "conversa para boi dormir". Mas já sinti diferença quando utilizei o desodorante a noite e quando utilizei logo pela manhã.

    Abraços.


    Juan Alves, em 24 de julho de 2014

    Guilherme, eu tenho o hábito de utilizar o antitranspirante à noite! Não fiz um teste usando por um período à noite e outro sem usar para avaliar, mas como te disse, já seguia às cegas a orientação do fabricante. Abraço!


    Carlos, em 22 de julho de 2014

    Detestei esse trem tbm


    SALLES, em 22 de julho de 2014

    CARA,TBM TENHO ESTE PROBLEMA DE TRANSPIRAR  "UM"  POUCO A MAIS.FUI NUMA DERMATOLOGISTA E ELA ME RECEITOU ,STRESS RESIST DA VICHY, E OLHA QUE ESTE DIZ ,      " QUE A EFICÁCIA 72H", E O PREÇO. NADA RESOLVEU. AI RESOLVIR A FAZER "BOTOX" AI SIM FOI A SOLUÇÃO.ESTES PRODUTOS PRA ALGUNS "DÃO" CERTOS PRA OUTROS,Ñ DÁ.


    MATEUS REIS, em 22 de julho de 2014

    Olá!Eu atualmente uso o rexona clinical da embalagem azul marinho e até que no começo achei ele fantástico mas agora ele não dá toda essa proteção e dependendo da intensidade do calor se fica com aquele cheiro típico e desagradavel.Desodorantes pra mim são um problema pois acho que sou alergico a esses aerosois pois quando passo a axila arde e irrita e se uso um muito fraco próprio para peles sensíveis não irrita porém não protege e o mau cheiro é garantido.Talvez se a pessoa não transpirar muito o que é quase impossível com esse constante aumento de temperatura ele deva funcionar da maneira que propõe.