• Cuidados Pessoais
    24 de novembro de 2014 | Por Juan Alves

    Como evitar foliculite HQSC 2

    Uma das queixas mais frequentes no consultório dermatológico é a irritação da barba que é conhecida popularmente como foliculite. Indo para a questão técnica apropriada o nome se torna pseudofoliculite da barba.



    Este processo acontece pelo crescimento do pelo no interior da pele causando vermelhidão, coceira e ardência. Só se houver contaminação por bactérias, com formação de pus, temos a real foliculite.

    A pseudofoliculite é comum em homens com barba de pelos grossos, o que ocorre em grande parte da população brasileira. Apesar disso, existem várias formas de evitar e amenizar este desconforto, bora conferir como?

    Dicas no Barbear:

     

    Como evitar foliculite HQSC 3

    A barba deve ser feita com a área bem umedecida, idealmente após o banho, com uma boa espuma de barbear para amolecer o pelo. O ideal é optar pelo sabonete antisséptico para evitar infecções.

    Quem tem tendência a inflamação devem usar lâminas novas e fazer apenas uma passagem no sentido do crescimento do pelo. O barbear no sentido contrário favorece a inflamação do folículo piloso!

    Algumas pessoas podem ter beneficio pelo uso de máquina de aparar pelos, porém sempre fica um pouco de barba em evidencia.
    O uso dos barbeadores elétricos é pouco indicado para pelos grossos porque estes geralmente não entram nos pequenos espaços. Deve-se também evitar o barbear diário, o ideal seria em intervalo de 48h, ou seja, em dias alternados.

    Cuidados com a pele:

    Manter a pele bem hidratada ajuda na saída dos pelos, um bom hidratante ajuda a diminuir irritações e formulações modernas contém filtro solar e antioxidantes. A esfoliação física com cremes granulados podem ser feitas 1 x por semana, preferencialmente no dia em que não fizer a barba.

     

    Como evitar foliculite HQSC 4

     

    Depilações Vs. Foliculite:

    A depilação com cera pode intensificar este processo inflamatório e provocar alteração dentro do folículo piloso. O creme depilatório pode ser uma boa opcão para quem se adapta bem, vale a pena testar! Em ambos os casos recomenda-se o uso de hidratante para minimizar os danos causados por esses métodos.l

    Já a famosa depilação por laser ou luz pulsada ajuda muito na resolução deste problema. A aplicação do laser destrói o folículo piloso e evita crescimento do pelo. Pode-se optar por tratar toda a área da barba ou apenas as áreas que sofrem mais inflamação.

    É importante saber que aparecimento de pequenos pontos de pus, dor, coceira e ardor exagerados e persistentes podem indicar doenças dermatológicas que devem ter diagnóstico médico e tratamento com antibióticos.

    Na dúvida, consulte um dermato!

     

    Colaborou com essa publicação

    Claudio Dias HQSCClaudio Dias

    Médico dermatologista

    CRM – 16436
    Instagram

     

     Consultório: Rua Frei Matias Tevis, 280, Empresarial Albert Einstein, Ilha do Leite, Recife.

     Fone: (81 )3075 5663

     

     

    Leia também

    Comentários Comentários
    8 comentários
    Philipe Marques, em 13 de agosto de 2015

    Como eu faço o uso do sabonete antisséptico, no barbear ou no pós ?


    Juan Alves, em 21 de dezembro de 2015

    Ao acordar e ao ir dormir, não depende do barbear.


    Flavio Sampaio, em 8 de agosto de 2015

    infelizmente essas dicas só servem para quem tem leves irritações, eu tenho pelo grosso, que muitas vezes nasce e nem sai pra fora da pele, fica la dentro mesmo e outros nascem viram e entram para a pele novamente, deixando assim uma “bola” de pus, a unica coisa que ajuda pra mim e ficar horas na frente do espelho com uma agulha e uma pinça tirando pelo por pelo, e fzr isso de dois em dois dias é foda. . .


    Juan Alves, em 11 de agosto de 2015

    Usar agulha por conta própria é uma péssima ideia pelo risco de infecções. Vc precisa ir no dermato para ele avaliar o seu caso e orientá-lo da maneira certa para intervir. É provável que todas as dicas que te dei aqui sejam usadas por ti como coadjuvantes. Uma forte possibilidade pode ser optar pela depilação à laser para evitar o surgimento dos pelos encravados.


    Mateus Maia, em 6 de agosto de 2015

    O problema é que eu tenho muita vontade de deixar minha barba crescer, não consigo porque seja um certo bom que irrita minha pele e começa a coçar descontroladamente.



    junior chaves, em 1 de dezembro de 2014

    Gostei, informação bastante útil
    Valeu (y)


    Rich, em 24 de novembro de 2014

    Sou negro e nunca me dei bem com lâminas. O que melhorou bastante no meu caso foi a esfoliação 1x por semana e aquele barbeador elétrico que pode ser usado durante o banho. Ainda encrava um ou outro pêlo, mas bem menos do que antes…