Homens que se Cuidam

ler posts recentes

Como Substituir o Glúten na Dieta?

Nutrição e Fitness 18 dezembro 2014 | Por Juan Alves

Dieta sem glúten HQSC 1

Com a moda da dieta sem glúten naturalmente uma pergunta vem à cabeça: excluir ou moderar o seu consumo? Quando ouvimos falar em glúten, geralmente vemos que algumas pessoas o consideram um vilão da saúde, outras o defendem como uma alternativa de alimentação saudável e, mais recentemente, há quem defenda sua exclusão da dieta para promover o emagrecimento.

Antes de mais nada vale explicar que o glúten é uma proteína vegetal de tamanho grande, formada por gliadina e glutenina. Ele é encontrado junto ao amido, em cereais como trigo, centeio, aveia, cevada, triticale e malte.

Uma pessoa diagnosticada com doença celíaca não pode comer nenhum tipo de alimento que contenha glúten. Indivíduos com essa doença tem uma reação anormal à ingestão de glúten. O corpo acaba liberando substâncias como a citosina, que danifica e atrofia a parede do intestino delgado. Se não houver um acompanhamento ou um controle da alimentação, essa doença pode ser fatal.

Agora a pergunta que não quer calar! Devo cortar ele da dieta ou não para emagrecer? Bem, isso não é uma regra.

 

Dieta sem glúten HQSC 2

A restrição funciona para quem tem hipersensibilidade ou alergia ao glúten. Os sintomas são barriga estufada e desconforto abdominal logo após o consumo de alimentos que contém glúten em sua composição. Nestes indivíduos o glúten promove alterações no intestino, o que compromete a perda de peso. Por isso, elas apresentam bons resultados ao cortar esse item da dieta, mesmo que seja por algum tempo. Se você não é intolerante ou alérgico ao glúten, basta reduzir a quantidade de alimentos que contém glúten, que normalmente agregam mais calorias.

Hoje existem muitos alimentos que pode ser usados como substitutos do glúten. Existem no mercado várias opções feitas com farinha de arroz, fécula de batata, quinoa, milho e mandioca são ótimas alternativas. Esses alimentos, assim como o trigo, a centeia e a aveia, são ricos em fibras e proteínas.

A queridinha da vez para quem quer substituir o glúten do pão é a tapioca! Mas é preciso ficar atento porque ela é um alimento de alto índice glicêmico já que não tem fibras.

A dica de ouro é: para evitar que vire açúcar rapidamente no sangue, provocando picos de glicemia, é importante associar sementes de linhaça, gergelim e chia à goma e ao recheio da tapioca. Procure recheá-la sempre com proteínas de boa qualidade como ovo, frango, atum ou tofu, por exemplo.

 
Dieta sem glúten HQSC 3

Curtiram essas dicas? Confira muito mais conteúdos para turbinar a sua dieta nos posts sobre alimentação saudável com a nutricionista Cristiane Spricigo. Fique ligado no HQSC .

 
 

 
  Cristiane Spricigo

Colaboradora – Nutricionista Esportiva
CRN1 7939
BlogFacebookTwitter.

 

 

Leia também

Comente pelo WordPress