• Sorteio Ray-Ban Clubmaster HQSC slide 27

  • 3_s

  • 4_s

  • 5_s

  • 2_s

  • 6_s

Os Novos Sabores do Sorvete Proteíco Time4

Time4 novos sabores HQSC 1

A Time4, marca que produz sorvete de proteína, acaba de lançar dois sabores em edição limitada: chocolate gianduia e limão Siciliano, com cremosidade extra, 20g de proteína e sem açúcar!

O produto une o útil ao agradável porque nos permite comer algo realmente gostoso sem sair da dieta, fazendo da alimentação algo mais agradável e consequentemente duradouro. Esse é o caso desse sorvete que alimenta os músculos.

Sua composição contém proteína isolada do leite, fibras e cálcio. Informações Nutricionais: 58 kcal por bola, 20 gramas de proteína, zero gordura e zero açúcar. Ele não tem glúten!

Time4 novos sabores HQSC 2

O sabor é fantástico, gostoso e leve! Junte o limão com o chocolate e se vicie! rs Uma sugestão é turbinar ainda mais a dieta associando ao sorvete um pouco de chia e granola.

Os novos sabores já estão disponíveis em diversos pontos de vendas em todo Brasil como: academias, lojas de suplementos e de produtos naturais. Preço médio de R$ 18,00 pela embalagem com 170ml.

Leia também:

Testosterona e o Aumento de Massa Muscular

Texto escrito por Roney Ferreira

A pedido de alguns leitores, aqui vai o post especial sobre esse hormônio tão importante para o aumento da massa muscular chamado Testosterona.

As dicas são principalmente em relação de como a alimentação e suplementação contribuem na produção do hormônio. Confira!

Testosterona e o Aumento de Massa Muscular HQSC 1

O testosterona é o principal hormônio androgênico e anabólico, sendo produzido naturalmente pelo organismo masculino (testículos) e em menor quantidade pelos ovários e glândulas supra-renais na mulher. É sintetizado a partir da degradação do colesterol (gordura).

No homem são produzidos cerca de 10 mg por dia enquanto a mulher produz por volta de 0,25 a 1,0 mg/dia.

Função: possui basicamente 2 funções. Com a função androgênica ela atua no desenvolvimento das características sexuais masculinas (barba, voz, órgãos sexuais e produção de espermatozóides). Como anabólica este hormônio atua principalmente no crescimento de ossos, ganho de massa, diminuição da gordura corporal e desenvolvimento de praticamente todos os órgãos do corpo.

Ganho de massa: o hormônio é imprescindível para o ganho de massa porque através de uma cascata de reações bioquímicas é capaz de estimular o aumento de força e da síntese protéica. Alguns alimentos e nutrientes específicos devem fazer parte da dieta para otimizar estes ganhos. Destaco alguns abaixo:

1)    Gordura: Sendo a testosterona um derivado do colesterol, devemos ingerir diariamente gordura. Ótimas fontes deste nutriente: amendoim, azeite extra-virgem, abacate, peixes, nozes, castanhas, amêndoas, linhaça e óleos vegetais como soja, canola e girassol. Evite gorduras saturadas e trans, como margarina, manteiga e aquelas aparentes que acompanham os cortes de carnes.

2)    Vitamina C: Demonstrou ser eficiente no controle do cortisol (hormônio de ação catabólica que abaixa os níveis de testosterona). Fontes: Frutas cítricas, como limão, laranja, maracujá, acerola, morango, tomate;

Testosterona e o Aumento de Massa Muscular HQSC 2

3)    Zinco: A carência deste mineral dificulta a liberação da testosterona nos testículos. Não estando livre na corrente sanguínea o hormônio não consegue desempenhar suas funções, sendo o anabolismo muscular uma delas. Boa fontes: Nozes, Castanhas, Carnes em geral, Salmão, fígado;

4)    ZMA (Aspartato de Monometionina de Zinco): Fórmula patenteada à base de minerais e encontrada em suplementos comerciais. É um composto que irá estimular a produção natural de testosterona pelo organismo. Essa produção não irá ultrapassar os níveis fisiológicos do organismo, não trazendo dessa forma os efeitos colaterais associados ao uso do hormônio em si, como por exemplo, quanto se usa testosterona exógena injetável.

5)    Tribullus Terrestris: Planta originária da Índia. Através de alguns estudos foi descoberto que o T. T aumenta os níveis dos hormônios testosterona, LH, FSH e estradiol. Esse aumento causado pelo Tribullus terrestris promove síntese de proteínas, balanço positivo de nitrogênio, melhorando também o stress muscular;

Vale lembrar que tanto o ZMA quanto o Tribullus apesar de serem suplementos não farmacológicos, o correto e mais sensato seria que o praticante de musculação passasse por uma avaliação profissional para determinar através de exames bioquímicos a quanto está o nível de testo e aí sim sugerir uma suplementação que de um “up” na estimulação natural deste importante hormônio.


Roney Ferreira de Proença
Nutricionista Esportivo
CRN-3 27016

Leia também:

CarnPro da Probiótica

CarnPro da Probiótica - HQSC 1

Depois do sucesso estrondoso do carnivor, suplemento de proteína isolada da carne, as marcas nacionais se movimentaram para também terem "o seu carnivor tupiniquim".

A Probiótica então lançou a carnpro, proteína isolada e hidrolisada da carne com 26 gramas da proteína com alto teor de creatina, isenta de gordura, 0% de lactose e sem glúten.

Experimentei no último mês com bastante expectativa por ser uma opção mais em conta  e aparentemente com ótimos valores nutricionais.

O seu pó é bem fino, lembra os suplementos de carbo de rápida digestão. Aliás, o carnpro contém maltodextrina em sua composição!

Apesar de constar apenas 4,8g de carboidrato no rótulo, me parece um sinal amarelo porque definitivamente não compramos um whey ou qualquer outro suplemento à base de proteína esperando que o produto contenha um quantidade significativa de maltodextrina ou dextrose.

CarnPro da Probiótica - HQSC 2

CarnPro da Probiótica - HQSC 3

Coincidentemente com o seu uso, fiz um reforço na dieta e estava seguindo ainda mais à risca as quantidades e horários da alimentação tendo em vista a hipertrofia.

Na prática não tive mudança alguma na balança e muito menos fisicamente. Já treino há uns 03 anos e tenho clareza que suplemento algum faz milagre, entretanto o carnpro não oparece ter contribuindo para melhora do meu desempenho na musculação, já que teoricamente ele ajuda no processo de recuperação muscular.

Inevitavelmente comparando o carnivor e o carnpro, fico com o carnivor com certeza! Sinceramente, assim que o carnpro acabar, não pretendo continuar tomando.

O CarnPro é comercializado em lojas de suplementos alimentares por aproximadamente R$ 145,00.

Leia também:

Pré-treino Iron Pump da MusclePharm

Pré-treino Iron Pump da MusclePharm - HQSC 1

Na busca por novos suplementos para dar um gás nos treinos, experimentei o pré-treino Arnold Iron Pump da MusclePharm.

O fabricante diz que esse é o primeiro pré-treino do mundo com fórmula de Arginina molecularmente modificada, o que proporciona pumps, plenitude muscular, vascularização, energia, foco e estímulo.

Em linhas gerais, ele conta com a L- Arginina Nitrato que é uma fusão de L-arginina e ácido nítrico que dilatam os vasos sanguíneos para ajudar a promover a entrega de nutrientes e ampliar o desempenho, levando à melhora de força, recuperação e ganho de massa muscular.

A sensação no treino é de que você pode ir além, parece que os músculos não se cansam como de rotina, logo dá para aumentar os pesos e manter as repetições habituais ou aumentar o número de repetições com os pesos de costume.

Pré-treino Iron Pump da MusclePharm - HQSC 2

O ponto fraco do produto: não percebi diferença significativa na disposição como um todo, principalmente em dias de cansaço! Apesar de maior resistência, não senti mais concentração e foco, ainda mais se comparado ao Assault, também produzido pela MP.

A embalagem vem com 180 gramas. O ideal é diluir um scoop (6g) em uma dose com 250ml de água antes do treino de musculação. O sabor é cítrico, não é gostoso, mas também não chega a ser ruim.

No Brasil é comercializado a partir de R$ 160,00, o que não chega a ser um preço super justo, ainda mais quando sabemos que o mesmo suplemento custa 30 dólares nos EUA. Porém, cumpre o que promete, em especial o que diz respeito à vascularização.

Leia também:

Malho e não vejo resultado, por quê?

Treino, Treino e Treino e não alcanço meus objetivos - HQSC (2)

Treinar, treinar, treinar e não ter resultado! Essa é uma fala comum nas academias, porque algumas pessoas mesmo com disciplina sofrem para alcançarem suas metas.

Se enquadra nessa? Então vamos lá conferir alguns erros cometidos! O primeiro alerta é pensar que os pesos que você usa nos exercícios definirão seus resultados.

Mais pesos não é sinônimo de mais massa muscular. Nesse caso é interessante atentar-se ao treino prescrito pelo professor (ou mal executado por você).

 
Treino, Treino e Treino e não alcanço meus objetivos - HQSC (3)

Outro problema frequente é se autosabotar com alimentação. Sim. A alimentação é a chave para o resultado!

Não vai adiantar fazer uma aula de spinning na academia, se você voltar para casa e jantar miojo. Para emagrecer, é fundamental lidar com a sensação de ansiedade e NÃO compensá-la com comida.

Para ambos os casos, TANTO para EMAGRECER, quanto para AUMENTAR MASSA, uma coisa funciona muito bem: Comer com intervalos pequenos. No máximo de 3 em 3 horas. Se conseguir, de 2 em 2 horas.

É repetitivo falar isso e certamente não é novidade para ninguém, mas o difícil é incorporar isto à rotina. Pequenos intervalos ajudam a manter seu metabolismo acelerado e diminuem a chance de seu corpo acumular gordura.
 

Treino, Treino e Treino e não alcanço meus objetivos - HQSC 

Proteínas não podem faltar. Principalmente para quem quer ganhar massa muscular. 2g/kg de peso corporal é uma média de consumo adequada para esse objetivo. Para emagrecer, 0,8 a 1g/kg de peso é o suficiente.

Por isso, se você já treina há algum e não consegue grandes resultados, dê uma olhada na sua alimentação. Procure se consultar com um nutricionista. Talvez o problema (E A SOLUÇÃO) estejam aí!

E você? Tem tido problemas pra chegar nos seus resultados?

 

Diego Paladini - Fitness HQSC

Diego Paladini

Colaborador Fitness
CREF/SP: 72.931

BlogFacebookYoutube
 

 

 

Leia também:

Whey Bar: A Barra de Proteína da Probiótica

whey bar HQSC

A dica de hoje é rápida, mas muito útil para quem passa o dia fora e tem pouquíssimas opções de onde comer, ou ainda para viagens: a barra de proteína.

Além de muito prática, porque é simplesmente abrir e comer, os valores nutricionais dessa barra da probiótica é bem interessante: são 130kcal, fracionadas em 16g de proteínas, 9g de carboidratos e 3 de gorduras totais.

A Whey Bar também contém uma série de vitaminas e minerais! Em resumo, é excelente para quem está em uma dieta hipercalórica. O produto peca apenas pelo sabor, um tanto artificial. Mas vale a pena.

Ah, o preço! Geralmente custa R$ 3,50 a unidade! Por isso é bom usá-la apenas nos dias punks (e não diariamente), em que de fato vai ser difícil pela correria ou falta de opção se alimentar bem ;)

Leia também:

Impressões do Whey Protein da EAS

Whey Protein da EAS

Muita gente me pergunta qual o whey que faço uso e por isso resolvi mostrar mais infos sobre esse produto: Whey Protein da EAS!

Já queria mudar de marca há algum tempo, estava querendo experimentar outra opção além da Optimum. Foi então que comprei esse refil de 2,3 kg por R$ 260,00.

A qualidade é excelente, o pó dissolve fácil, a quantidade de carboidratos é baixa ainda que acima da média se comparada com outras marcas que custam o mesmo, e o melhor de tudo mesmo fica por conta do ótimo sabor.
 
Whey Protein da EAS review

Informações Nutricionais: 23g de proteínas | 3g de carboidratos | 2g de gorduras | 120kcal

 
O interessante da EAS é que diferente de outros fabricantes, os potes têm o tamanho exato da quantidade de suplemento que vem dentro. Em outras palavras, não há aquela “sensação ruffles” de vir mais ar do que produto .

Geralmente utilizo 2x ao dia, logo ao acordar com banana machucada + 1 scoop + aveia para matar minha vontade por doces e após o treino com dextrose ;)

Leia também:

Whey Protein para Vegetarianos: sim, ele existe!

whey para vegetariano

Quem é vegetariano tem de pensar em estratégias para consumir a quantidade de proteínas que necessita diariamente. Essa tarefa não é fácil, principalmente para quem quer aumentar massa muscular e faz musculação!

Pensando nisso, lançaram no mercado um whey protein com proteína isolada de soja, hidrolisada do trigo, concentrada da ervilha e do arroz: o 4 Veget.

O produto contém (36g): 131 calorias | 29g de Proteínas | 3g de Carboidratos | 0g de gordura

O fabricante diz que o whey tem alta digestibilidade, altíssima concentração proteíca e excelente perfil de aminoácidos. Tendo eficácia na nutrição das fibras musculares fornecendo substratos suficientes para sustentar a massa magra e evitar o catabolismo.

Interessante, não é? O pote com 500g custa em torno de R$ 98,00.

Leia também:

Sopa de Proteína da marca Solaris!

Soup Whey Protein - Sopa de Whey

Agora seu inverno nunca será mais o mesmo: inventaram sopa de proteína com 24g por dose!

A Solaris, marca de whey protein, acabou de lançar a primeira sopa de whey do mercado, sabor frango com legumes. Feito com proteina do leite concentrado, 8 vitaminas, 10 minerais e 18 aminoácidos.

Informações Nutricionais (30g): 120 kcal | 24g de proteínas | 2g de gorduras | 1,6g de carboidratos

Sopa de Whey

Pode ser preparado no fogão ou microondas. Misture 2 colheres em 200ml de água ou leite desnatado, bata bastante no líquidificador/mixer/shaker e leve ao fogo por 3 minutos. Pronto!

O sabor é bom, contém pouco sódio (118mg) por dose e é uma ótima opção para jantar saudável e leve. Sempre acrescentamos frango desfiado em nossa sopa. O pote contem 900g, dura 30 jantares! Valor R$ R$ 123,30.
 
 

Jorginho Cury

Formado em Comunicação Social, é o criador do @LadyGaga_Ilheus.
InstagramTwitter

Leia também: